Internacional

Publicidades de corpos perfeitos proibidos em transportes públicos de Londres

Anúncios que coloquem os londrinos sob pressão para atingir uma determinada imagem corporal vão ser banidos das redes de metro e autocarro.

Sadiq Khan, presidente da câmara de Londres, anunciou esta segunda-feira que os anúncios que possam causar problemas de confiança de corpo, particularmente, entre os jovens vão deixar de ser projetados nos transportes públicos da cidade.

 

 

Sadiq Khan, que é pai de duas filhas adolescentes, advertiu que certos anúncios podem “rebaixar” as mulheres, e incentivá-las a estar em de acordo com as formas do corpo irrealistas ou até prejudiciais à saúde.

A nova política de publicidade da Transpor of London (TfL), não inclui imagens de pessoas em roupas intimas, vai afetar cerca de 12, 000 anúncios, mas Sadiq Khan garante que a medida não vai afetar os lucros da empresa.

Anúncios controversos como  foi o caso da Proteína do Mundo “O seu corpo de praia já está pronto?”, que causou uma grande reação no verão de 2015. O anúncio de perda de peso, contava com uma modelo de biquíni, e provocou mesmo um protesto em Hyde Park, bem como uma petição em Change.org que contou com mais de 70.000 assinaturas. Embora não tenha sido banido pela Advertising Standards Authority, hoje faria parte da lista de "anúncios proibidos".

Khan afirmou que “Como pai de duas adolescentes, estou extremamente preocupado com este tipo de publicidade que pode rebaixar as pessoas, especialmente, as mulheres e torná-los complexados com os seus corpos”.