Tecnologia

Negócio da cánabis explorado pela Microsoft

Microsof desenvolve software de acompanhamento da venda legal de canábis. Investidores estão relutantes quanto ao sucesso desta nova vertente de negócio. 

AP  

A Microsoft vai dedicar-se um novo ramo. A gigante informática anunciou que, através de uma parceria com a empresa startup  “Kind”, irá acompanhar todos os passos da venda legal de Canábis, lê-se hoje na Euronews.

A empresa é responsável pelo desenvolvimento de um software que faz todo o acompanhamento na venda deste tipo de produto, desde a semente até ao cliente final. O programa tem como objetivo facilitar as trocas comerciais nos locais onde está legalizado o uso desta planta para uso recreativo ou medicinal.

A novidade suscitou algumas dúvidas nos investidores da Microsoft, principalmente pelo estigma associado ao consumo de canábis. Nos próprios estados onde o consumo está legalizado, o Governo Federal continua a penalizar aqueles que o praticam.