Desporto

Alemanha-Eslováquia. Parece que está encontrada a grande favorita deste Euro

Os alemães venceram os eslovacos por 3-0 e ficam agora à espera do duelo entre a Itália e a Espanha

É certo que a Eslováquia, o adversário que a Alemanha encontrou nos oitavos-de-final do Euro'16 desta quinta-feira, não está no top das seleções mundiais, mas a vitória clara (3-0) dos campeões do mundo só veio demonstrar que são eles os favoritos a vencer esta competição.

O triunfo em Lille demonstrou uma "mannschaft" que tomou conta do jogo, com Toni Kroos a comandar as operações, Ozil no apoio, Draxler a espalhar magia e Mario Gómez a tomar novamente o gosto ao pé. Mas o primeiro golo veio de um defesa, Jérôme Boateng estreou-se a marcar neste europeu aos 8', autor do tento mais rápido de sempre desta seleção. O resultado podia ter aumentado mas Ozil viu Kozacik defender o penálti aos 14'.

A partida teve, maior parte do tempo apenas um sentido, e quando os eslovacos esboçaram uma tentativa para marcar, Neuer estava lá para os proibir. O 2-0 veio dos pés de Draxler (esta tarde teve 82% de eficácia de passe), que driblou na esquerda para oferecer de bandeja o quinto golo a Gómez: o segundo nestaprova - gualou o registo de Jurgen Klisnmann (5 golos em fases finais de europeus).

A Eslováquia foi à procura de alterar o marcador, com a Alemanha a baixar a intensidade, sem, no entanto, deixar de perceber o que queria. E o que queria era dilatar a vantagem assim que pudesse, porque esta seleção controla a bola e os momentos do jogo quando quer: Draxler, de canto, fez o 3-0 final. Sem espinhas, claro está.

Os alemães fizeram história por duas razões: é a primeira vez que uma equipa  não sofre golos nos primeiros quatro jogos e teve a maior vitória desde 1996 (3-0 contra a Rússia). Pela terceira vez consecutiva passou aos quartos-de-final, onde fica a espera do vencedor do Itália-Espanha, que será jogado na próxima segunda-feira às 17h00. Haverá novo jogo grande no próximo dia 2 de julho às 20h00.