Desporto

Juskowiak: "Portugal tem jogadores bons mas não joga rápido"

O antigo avançado polaco do Sporting diz que basta apenas um golo.

DR  

Andrzej Juskowiak afirmou que um golo vai ser suficiente para a Polónia vencer Portugal na quinta-feira, em jogo dos quartos-de-final do Euro.

“É muito difícil marcar golos neste campeonato, mas um golo para a Polónia chega, 1-0”, afirmou Juskowiak. O antigo internacional polaco, que vestiu a camisola do Sporting entre 1992 e 1995, assumiu o respeito pela equipa das quinas, sem esconder as ambições da sua seleção, que chegou aos quartos de final ao vencer a Suíça por 5-4 no desempate nas grandes penalidades, depois do 1-1 no final do prolongamento.

“É um jogo difícil, mas penso que a Suíça também foi. Foi um jogo muito disputado. A Suíça jogou muito bem, mas defendemos e fizemos um grande esforço para fazer o melhor. Não digo que seja mais fácil, porque não há equipas fracas. Portugal não tinha ganhado um jogo, tem grandes jogadores, mas temos confiança de que podemos ganhar”, frisou.

A primeira vitória de Portugal no Euro 2016 ocorreu no sábado, frente à Croácia, por 1-0, no prolongamento, depois de três empates na fase de grupos, algo que Juskowiak atribui a alguma lentidão nos processos ofensivos da formação comandada por Fernando Santos.

“Portugal tem jogadores ofensivos de grande qualidade, mas, não sei se é por tática ou por causa de alguns elementos da equipa, não joga rápido, dá tempo para o adversário defender bem. Raramente jogam para a frente rapidamente, por isso, tenho esperança que possamos jogar bem, defender bem e fazer os nossos contra-ataques muito fortes”, referiu.

Segundo Juskowiak, o jogo de quinta-feira não deverá estar talhado para Cristiano Ronaldo ou Robert Lewandowski, as principais referências das duas equipas, muito por causa das épocas desgastantes que enfrentaram ao serviço de Real Madrid e Bayern Munique, respetivamente.

“Este campeonato europeu tem mostrado que as grandes vedetas estão abaixo de forma, estão cansados. Por exemplo, o Lewandowski jogou mais de 50 jogos. Falta alguma frescura física. Acho que é mais fácil aparecerem outros jogadores, que estão meio escondidos, mas estão preparados e em boa forma”, salientou o antigo avançado, apontando como exemplo o extremo Jakub Błaszczykowski (Fiorentina) ou o central Kamil Glik (Torino).

Portugal e Polónia disputam o primeiro embate dos quartos de final do Euro 2016, no Estádio Vélodrome, em Marselha na quinta-feira, a partir das 21 horas locais (20 horas em Lisboa).