Desporto

Mundial 1991. A a conquista da "geração de ouro" celebra hoje 25 anos

O selecionador nacional dessa equipa, Carlos Queiroz, relembrou a data nas redes sociais e deixou um aviso: "hoje a Polónia é o nosso Brasil"

Brassard, Cao, João Oliveira Pinto, Luís Miguel, Tulipa, Tó Ferreira, Nélson, Rui Bento, Paulo Torres, Peixe, Gil, Toni Luís Figo, Rui Costa, Jorge Costa, João Vieira Pinto e Capucho. Hoje em dia já penduraram todos as chuteiras, mas há 25 anos inscreviam o seu nome  na históra do futebol a 30 de junho de 1991, ao sagrarem-se bicampeões mundiais sub-20, e logo em casa frente ao Brasil - a seleção das quinas levou a melhor nos penáltis (4-2) depois de um nulo no Estádio da Luz. A "geração de ouro" portuguesa está hoje de parabéns.

Um dos homens responsáveis pela caminhada gloriosa foi o ex-selecionador nacional, Carlos Queiroz, que relembrou a data na sua página oficial de facebook. "Um forte abraço para todos os que directa ou indirectamente participaram em mais uma campanha fantástica, ajudando a construir uma verdadeira equipa, em que o talento individual se fundiu numa força colectiva insuperável", escreveu.

Queiroz não esqueceu o duelo desta quinta-feira entre Portugal e Polónia, a contar para os quartos-de-final do Euro'16. "Obrigado a todos e Força Portugal. Hoje a Polónia é o nosso Brasil".