Economia

Passos diz que a CGD não precisa nem de metade de 5 mil milhões

Pedro Passos Coelho não acredita que a Caixa Geral de Depósitos precise dos cinco mil milhões.

AP  

Pedro Passos Coelho não acredita que a Caixa Geral de Depósitos precise dos cinco mil milhões que, segundo uma notícia da Antena 1, será o valor da recapitalização que está a ser preparada pelo Governo. Num almoço com empresários em Lisboa, o líder do PSD disse mesmo estar convencido de que não será necessário nem metade desse montante.

"A minha perspetiva, com o conhecimento que tenho, é que a Caixa não precisa de 5 mil milhões de euros e, porventura, não precisará de metade disso para cumprir a sua missão. É a minha opinião, mas hoje não sou primeiro-ministro", afirmou Passos.

No almoço promovido pelo Internacional Club of Portugal, Passos Coelho voltou a apelar a que António Costa e Mário Centeno revelem os planos do Governo para a recapitalização do banco público, defendendo que a indefinição fragiliza não só a Caixa, mas todo o sistema financeiro português.

"Os senhores sabem que a melhor maneira de deitar abaixo um banco é enraizar a ideia que ele não é capaz de resolver os seus compromissos", disse, lembrando a "corrida aos depósitos" que aconteceu no Banif depois de a TVI ter noticiado problemas de solvabilidade no banco.

"Se nós começamos a criar dúvidas sobre esta matéria, o resultado será grave", avisou, explicando que o seu Governo não conseguiu resolver na totalidade o problema da solvabilidade dos bancos por não dispor de dinheiro suficiente para o fazer.

Na altura, o Banco de Portugal avisou que, para fazer uma recapitalização "robusta" da banca, eram necessários entre 40 a 50 mil milhões de euros, mas o Estado não dispunha de mais do que 12 mil milhões de euros para esse fim em 2011.

"Nós fizemos a recapitalização com base no envelope financeiro de que dispúnhamos e os bancos fizeram uma parte do seu trabalho que foi a limpeza de balanços durante quatro anos", afirmou, acrescentando que a Caixa "limpou" quase cinco mil milhões de euros em balanço.