Desporto

Renato Sanches: "Já estava a precisar de um golo, foi um momento muito especial"

Declarações dos jogadores da Seleção, após a vitória sobre a Polónia

Renato Sanches (jogador de Portugal): “Temos agora um grande desafio. Temos de trabalhar e jogar da mesma maneira no próximo jogo, o importante é ganhar. Estamos cada vez mais perto do nosso objetivo, no início muitos pensavam que não era possível. O 'mister' disse-me para assumir o jogo à vontade, fiz aquilo que o 'mister' me pediu. Já estava a precisar de um golo, foi um momento muito especial. Acho que chegou em boa altura.”
 
Ricardo Quaresma (jogador de Portugal): “Significa muito. Para mais, hoje tinha o país nas minhas costas. Para sermos campeões temos de ter sorte. Já tinha o meu sítio definido, estive atento ao guarda-redes. Um penálti é uma sorte e graças a Deus eu tive essa sorte e demos um passo importante. Sempre disse que isto não é como começa, é como acaba. Não começámos da melhor maneira, mas agora estamos a caminhar da melhor maneira. Vou continuar o meu trabalho, a acreditar nesta equipa e nesta equipa técnica.”
 
Nani (jogador de Portugal): “Muito cansado, mas sabe bem depois de um esforço enorme. Jogámos bem, muito melhor do que no jogo passado e a vitória foi merecida. O futebol é mesmo assim, as grandes equipas têm de saber reagir em momentos adversos. Sofremos um golo, mas não baixámos os braços. Seja quem for que nos calhar temos que encarar com a mesma personalidade.”
 
Adrien Silva (jogador de Portugal): “O que mais importa é seguir em frente, com este espírito. Conheço bem o Rui [companheiro no Sporting], sei que ele tem muitas capacidades, mas os meus colegas foram exemplares."
 
Cédric (jogador de Portugal): “O futebol é isto. Estou sempre atento a todos os jogos de alto nível. O que interessa é salientar a união de toda a equipa.”