Desporto

UEFA investiga jogo Portugal-Polónia

Foram instaurados processos disciplinares às federações de Portugal e da Polónia.

Os incidentes ocorridos no jogo dos quartos de final do Euro 2016, que a seleção portuguesa venceu no desempate por grandes penalidades depois do empate 1-1 durante os 120 minutos, levou a UEFA abrir uma investigação.

A federação portuguesa poderá ser penalizada pelo acendimento de tochas por parte dos adeptos lusos e pela invasão do relvado do estádio Velodrome, em Marselha, de um seguidor da equipa das 'quinas’ durante o prolongamento, que manteve o 1-1 que se registava no final do tempo regulamentar (Portugal venceu por 5-3 no desempate por grande penalidades).

A Polónia também terá de responder pelo acendimento de tochas, mas igualmente por desacatos provocados nas bancadas do estádio, que levou à intervenção da polícia e provocaram o atraso do início da segunda parte do prolongamento.

Os incidentes no primeiro encontro dos quartos de final do Campeonato da Europa serão analisados pela Comissão de Ética, Controlo e Disciplina do organismo regulador do futebol europeu na reunião marcada para 21 de julho.