Sociedade

Polícia Judiciária detém gangue violento em Lisboa

Grupo atuava na área da região da Grande Lisboa. Nas buscas foram encontradas armas usadas nos crimes


A Polícia Judiciária deteve esta manhã onze homens e uma mulher suspeitos de crimes de roubo à mão armada, furto qualificado, posse de armas proibidas, falsificação de documentos, tráfico de estupefacientes e associação criminosa. Os elementos da rede desmantelada pela investigação do Ministério Público de Sintra têm entre 22 e 44 anos, atuavam sobretudo na área da grande Lisboa e terão lucrado com os crimes centenas de milhares de euros.

No total estiveram envolvidos nas diligências -  34 buscas domiciliárias - quase 150 investigadores de vários departamentos da PJ.

Segundo fonte oficial da Polícia Judiciária, “a investigação tem vindo a ser desenvolvida desde o ano passado e permitiu a apreensão de duas armas de fogo, quatro viaturas, uma das quais furtada, centenas de doses de cocaína e haxixe, bem como objetos e bens demonstrativos do cometimento da atividade criminosa”.

A mesma fonte esclarece ainda que “os detidos serão responsáveis pela prática de diversos assaltos à mão armada e furtos qualificados ocorridos na área metropolitana de Lisboa nos últimos meses, nos quais se apropriaram de dinheiro e outros bens, num valor que ascende a várias centenas de milhar de euros”.

Os suspeitos serão agora presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.           

Os comentários estão desactivados.