Economia

Prejuízo da SATA diminui de 35 milhões para 22 milhões

Os gastos operacionais sofreram uma redução de 8,6%.

O grupo SATA apresentou uma melhoria dos resultados líquidos de 36%, tendo passado de um prejuízo de cerca 35 milhões de euros para cerca de 22 milhões de euros, face ao ano de 2014.

Os gastos operacionais sofreram uma redução de 8,6%, o que representa 18,4 milhões de euros abaixo dos valores registados no exercício de 2014.

"Esta redução dos gastos operacionais é fruto dos esforços e iniciativas de aumento de eficiência e racionalização dos recursos necessários à operação desenvolvidos no seio das empresas do grupo SATA e dos fornecimentos de serviços externos (FSE), também muito influenciados pelo impacto da evolução das cotações de brent no preço dos combustíveis", diz a companhia aérea.

Já os encargos financeiros ascenderam a cerca de nove milhões “agravando-se”, consequentemente, o resultado do exercício.

No âmbito da sua estratégia comercial, o grupo adquiriu recentemente um Airbus A330, que começou a operar em março para os Estados Unidos e Canadá, visando assegurar as suas ligações de longo curso.