Politica

Cavaco não trai ‘dever de sigilo’

A mesma fonte adiantou ao SOL que a pessoa que deu a informação ao Público «não falou verdade», 

Cavaco Silva «não vai trair o dever de sigilo» -- segundo disse ao SOL uma fonte próxima do ex-Presidente da República.

Esta posição surge após o diário Público ter publicado uma notícia segundo a qual Cavaco Silva, no Conselho de Estado realizado na passada segunda-feira, defendeu a aplicação de sanções a Portugal.

A mesma fonte adiantou ao SOL que a pessoa que deu a informação ao Público «não falou verdade», pois a questão das sanções nunca foi mencionada por Cavaco.

Segundo o SOL sabe, o ex-Presidente falou essencialmente das novas questões colocadas pelo Brexit, admitindo que Portugal poderá ter um crescimento semelhante à média europeia (ao contrário do que vaticina a oposição e designadamente o PSD).