Politica

Carlos Moedas: Não há uma “hostilidade” em Bruxelas contra Portugal

“Existem é diferentes visões na Europa, mas não são partidárias, entre a esquerda e a direita, mas entre povos da Europa”

O comissário europeu da Inovação, Carlos Moedas, afirmou esta quinta-feira que não existe qualquer tipo de hostilidade na Comissão Europeia contra Portugal ou Espanha.

"Não, não é uma hostilidade pessoal ou nacional, isso não existe. Existem é diferentes visões na Europa, mas não são partidárias, entre a esquerda e a direita, mas entre povos da Europa. Diria que há um eixo Norte/Sul, Este/Oeste", referiu esta tarde Carlos Moedas.

O comissário referiu ainda que, no que diz respeito à aplicação de sanções a Portugal, a sua mensagem junto de Bruxelas foi de que seria “muito difícil explicar” esta penalização aos portugueses, depois de tantos sacrifícios feitos nos últimos anos.

"Quando olhamos para os esforços de redução do défice [na União Europeia], Portugal foi dos que mais esforço fez", afirmou.

A Comissão Europeia teve ontem a primeira discussão sobre o processo de sanções a Portugal e Espanha. No entanto, ainda não há “quaisquer decisões” sobre as multas a aplicar. A questão da suspensão parcial de fundos só deverá ser discutida em setembro.