Politica

Arménio Carlos valoriza “política de corte com passado”

Sindicalista espera que Governo tenha em conta as propostas da CGTP

Arménio Carlos valorizou “o corte com o passado”, mas realça que é necessário fazer melhorias.

“Valorizamos muito aquilo que foi a política de corte com o passado. Estamos agora numa segunda fase, depois da reposição, vamos passar à melhoria”, disse o líder da CGTP, após um encontro com o Presidente da República, esta tarde.

O sindicalista defende que é necessário continuar o caminho que foi iniciado pelo atual Governo e espera que este oiça as propostas da CGTP. “É nessa perspetiva que vamos continuar a agir”.

Relativamente ao Orçamento de Estado para 2017, Arménio Carlos espera que o documento tenha em conta os problemas dos trabalhadores da função pública. Algo que passa pelo “desbloqueamento dos salários e das carreiras”, mas também pelo fim do trabalho precário.

“O aumento dos salários é uma despesa boa, mas há uma despesa má que tem de ser cortada, como as parcerias público privada”, acrescenta.