Economia

Estes são os homens (cada vez) mais ricos em Portugal

A lista dos mais ricos de Portugal pode deixar muitos indispostos, principalmente aqueles que não entram nela. 

Este ano, o ranking anual da “Exame” volta a mostrar quais são as maiores fortunas em Portugal – grandes somas de dinheiro que, em muitos casos, surgem na sequência do trabalho de gerações de uma família. Este ano, os lugares do pódio são ocupados por Américo Amorim, Alexandre Soares dos Santos e Vasco de Mello, que juntos conseguem ter, em património, cerca de 6,5 mil milhões de euros. E esta é apenas uma parte dos ativos que os 25 mais ricos de Portugal concentram nas suas famílias e negócios. De acordo com a publicação, no total, a riqueza destas 25 famílias ascende a cerca de 15 mil milhões de euros, ou seja, 8,3% do PIB português. Mas o estudo feito sobre os milionários nacionais mostra ainda que, pela terceira vez consecutiva, os que já eram os mais ricos têm ainda mais dinheiro. Se em 2014 a fortuna dos portugueses que entravam nesta lista somava 14,3 mil milhões de euros, em 2015, o valor continuou a ser astronómico: 14,7 mil milhões de euros.

Fortuna de Amorim lidera ranking A liderar o ranking, Américo Amorim continua a ser o homem mais rico em Portugal. Mas como uma particularidade: na lista deste ano está ainda mais rico. Em 2008, Américo Amorim conseguiu destronar Belmiro de Azevedo e tornar-se o homem com a maior fortuna portuguesa, um feito que repetiu em 2009, 2010 e 2011. Só em 2012 é que perdeu o lugar para Alexandre Soares dos Santos, mas recuperou-o no ano seguinte e manteve-o até hoje. Com uma fortuna avaliada em nada mais nada menos do que 3,1 mil milhões de euros, o empresário tem gozado do desempenho da Galp Energia na bolsa. Como escreve a “Exame”: “Entre o sobe e desce da fortuna de Américo Amorim, ao sabor da cotação da Galp Energia, uma coisa é certa: o empresário está a ganhar distanciamento em relação ao segundo classificado, Alexandre Soares dos Santos.”

Leia o artigo completo no site do Jornal i