Internacional

Papa reza em Auschwitz

O Papa Francisco foi até ao campo de concentração rezar pelas vítimas da tragédia do holocausto.
 

AP  

O Papa Francisco entrou esta sexta-feira no campo de concentração nazi de Auschwitz, perto de Cracóvia, onde rezou pelas vítimas do holocausto, na altura da segunda guerra mundial.
 
Depois de passar o portão de entrada que ficou, para sempre, com as palavras “O Trabalho Liberta” o papa sentou-se, sozinho, a rezar pelas vítimas da tragédia.
 
No final seguiu, num veículo elétrico, até ao Muro da Morte onde milhares de judeus foram executados por autoridades nazis.
 
A visita do Papa serviu também para reunir com um grupo de sobreviventes da tragédia.

A passagem do Papa deve ser finalizada com a visita a  Auschwitz II-Birkenau, campo de concentração onde os judeus eram diretamente colocados em câmaras de gás.