Desporto

Arsenal-Liverpool. Sete golos e todos às cavalitas de Klopp

Estádio dos londrinos quase veio abaixo. Como ficou José Mourinho quando viu o golo de Ibrahimovic contra o Bournemouth

O Liverpool esteve a perder 1-0, deu a volta para 1-4 e ainda viu o Arsenal recuperar para 3-4.. Os reds virtaram  um resultado desfavorável para vencer no estádio do Arsenal, em jogo de abertura do campeonato inglêl, no qual Manchester United e José Mourinho entraram também a vencer.

O médio brasileiro Philippe Coutinho marcou dois dos quatro golos do Liverpool, assumindo-se como um dos principais responsáveis pelo sucesso dos ‘reds’, que até estiveram a perder, na sequência do golo marcado por Theo Walcott, aos 31 minutos.

Coutinho iniciou a recuperação da equipa visitante, aos 45+1 minutos, e voltou a ‘faturar’ aos 56, já depois de Adam Lallana ter consumado a reviravolta, aos 49, tendo o senegalês Sadio Mané colocado o resultado num improvável 4-1, aos 63.

O Arsenal, que perdeu pela terceira vez na abertura da prova em casa, em quatro anos, reagiu de imediato e reduziu no minuto seguinte, aos 64, por intermédio do suplente Oxlade-Chamberlain, mas o melhor que conseguiu foi ficar à beira do empate, quando Calum Chambers fixou o 4-3 aos 75.

Horas antes, o treinador português José Mourinho tinha-se estreado no campeonato inglês no comando técnico do Manchester United com uma vitória segura no estádio do Bournemouth, por 3-1.

O United chegou ao intervalo a vencer por 1-0, com um golo do espanhol Juan Mata, aos 40 minutos, aumentando a vantagem na segunda parte, por intermédio de Wayne Rooney, aos 59, e do sueco Zlatan Ibrahimovic, aos 64, tendo Adam Smith reduzido para os anfitriões, aos 69.

Mourinho somou a segunda vitória em outros tantos jogos oficiais pela equipa de Manchester, que já conquistou a Supertaça inglesa, com uma vitória por 2-1 sobre o campeão Leicester, num encontro em que Ibrahimovic, o mais sonante reforço para esta época, também marcou um golo.

Os ‘red devils’ ainda não puderam contar com o médio francês Paul Pogba, a contratação mais cara do futebol mundial, ao trocar a Juventus pelo United por 105 milhões de euros, que cumpriu um jogo de suspensão devido a um castigo imposto quando ainda jogava pela equipa italiana.