Politica

Jerónimo de Sousa ameaça governo com Orçamento de 2017

Jerónimo diz que o governo “vive na ilusão” de que é possível pôr o país a crescer e aceitar as regras de Bruxelas. “Não bate a bota com a perdigota”

Jerónimo de Sousa voltou ontem a deixar avisos ao governo sobre o Orçamento do Estado para o próximo ano. “Votaremos contra aquilo que for negativo”, disse o secretário-geral do PCP num discurso em Vialonga, reafirmando que os comunistas estão disponíveis para “examinar e propor as soluções que sejam necessárias para repor os direitos perdidos pelo povo português”.

A pressão do PCP para que o governo não faça cedências às imposições de Bruxelas tem estado presente em quase todos os discursos do secretário-geral do PCP nas últimas semanas. Em Vialonga, Jerónimo deu a receita para que esta solução governativa consiga chegar ao fim da legislatura. “A durabilidade deste governo, o caráter mais ou menos duradouro desta solução política depende fundamentalmente de saber se o governo do PS responde ou não àquilo que são os justos anseios e reivindicações do povo. O caminho foi aberto. Voltar para trás seria inaceitável.”

Leia o artigo completo no site do Jornal i