Economia

Volkswagen chega a acordo com fornecedores

A Volkswagen anunciou esta terça-feira que conseguiu chegar a um acordo com os fornecedores para retomar a produção em fábricas que estavam a ser afetadas pela falta de peças.

A verdade é que o conflito com duas empresas fornecedoras forçou o construtor a reduzir a produção em cerca de seis fábricas. Um cenário que representava para a empresa um prejuízo na ordem dos 100 milhões de euros.

Agora, de acordo com a agência EFE, as partes conseguiram chegar a acordo, apesar de não serem conhecidos os pormenores do entendimento.

Em causa estava a falta de peças em fábricas que agora vão conseguir “reiniciar paulatinamente a produção”.

O acordo surge em boa hora, principalmente, depois de o próprio governo alemão ter começado a exigir à Volkswagen e aos dois fornecedores (Car Trim e Es Automobil Guss) que chegassem rapidamente a um acordo.

A intervenção do governo aconteceu depois de as empresas fornecedoras se recusarem a entregar os componentes. Além disso, estas empresas acusavam a Volkswagen de abuso de poder por rescindirem contratos sem motivo e sem aviso prévio, depois da crise que afetou a empresa depois da manipulação das emissões de gases poluentes.