Sociedade

Padrasto de Rúben fala numa “terceira pessoa” envolvida nas agressões

"Sei que já foi interrogado", afirmou


O padrasto de Rúben Cavaco, o jovem agredido em Ponte de Sor, admitiu esta terça-feira que pode haver uma “terceira pessoa” envolvida na agressão.

Marco Silva disse à agência Lusa que esta terá sido “já interrogada” pelas autoridades.

"Há quem diga que estava um a gravar tudo [agressão], porque eles são três. Sei que já foi interrogado e ouvi dizer que já esteve na Polícia Judiciária (PJ), agora quem é não sei", afirmou.

Recorde-se que, na última quarta-feira, Rúben Cavaco, de 15 anos, foi agredido alegadamente pelos filhos do embaixador do Iraque em Portugal. Os irmão, gémeos de 17 anos, admitiram agressões dizendo terem sido mútuas e “normais” numa situação que envolveu “álcool”. “Não diria que sou vítima do Rúben ou o Rúben de mim, mas diria que somos todos vítimas das circunstâncias”, afirmou um deles.