Sociedade

Suspeitos de fogo em Paços de Ferreira foram detidos

Dois homens terão usado um isqueiro num espaço de floresta com habitações

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Norte, anunciou hoje a detenção de dois homens suspeitos de autoria de um incêndio florestal ocorrido na madrugada de sábado, no concelho de Paços de Ferreira.

Segundo a autoridade, os detidos terão ateado fogo com recurso a um isqueiro, "num espaço de floresta confinante com habitações, essencialmente constituída por vegetação rasteira, eucalipto e pinheiro".

A PJ assinala que não ardeu uma área mais extensa, nomeadamente habitações, devido à "pronta e eficaz intervenção dos bombeiros".

Os detidos, de 58 e 47 anos de idade, o primeiro reformado e o segundo desempregado, foram presentes a primeiro interrogatório judicial, ficando sujeitos a apresentações periódicas e proibidos de se contactarem.

Desde o início de 2016, a PJ já identificou e deteve 51 suspeitos do crime de incêndio florestal.