Desporto

Futebol. Figo acredita em Cristiano Ronaldo no Barcelona

Antigo Bola de Ouro fez o caminho inverso em 2000

Luís Figo não põe de parte a possibilidade de Cristiano Ronaldo um dia trocar o Real Madrid pelo Barcelona - caminho inverso ao que ele próprio fez em 2000. "Estamos num mercado livre. Se há uma cláusula para sair [1000 milhões de euros no caso do CR7], tudo pode acontecer", disse o antigo internacional português, em entrevista à revista digital "Marca Plus".

Lembrando a polémica transferência para os merengues de há 16 anos, Figo explicou os contornos do processo. "O primeiro motivo para deixar o Barcelona foi o reconhecimento do presidente do Real Madrid. Depois, as coisas tornaram-se mais sérias, tive uma oferta e comuniquei-a. No Barcelona pensaram que era para melhorar o contrato...", salientou Figo.

Cristiano Ronaldo e o título europeu de Portugal também foram tema de conversa. Primeiro o CR7 e a corrida à Bola de Ouro: "É o ano dele e ainda mais se olharmos ao nível dos títulos. Nunca se sabe, mas ele é o favorito. Messi? É o destino. Coincidiu com ele, mas não com Zidane ou Ronaldo [Fenómeno]. Cada um escreve a sua história no futebol e ele deve estar muito feliz pelo que fez até aqui. Não tem de comparar-se aos outros, a não ser para motivar-se."

Depois, chegou a Seleção. "Merecíamos uma alegria deste tipo pelo que fizemos nos últimos anos. O futuro dependerá muito das gerações que vão surgindo, porque sem talento é difícil dar continuidade às coisas importantes", analisou, completando: "Até a lesão de Cristiano parece que uniu a equipa. O nosso selecionador esteve muito bem no discurso. Sempre acreditou que chegariam à final. Criticaram-no muito, mas conseguiu dar ao grupo a confiança e a motivação necessárias."