Desporto

Português Guerreiro no onze da UEFA

O estreante Raphael Guerreiro fez o seu primeiro golo com a camisola do Borussia Dortmund.

Raphael Guerreiro marcou esta quarta feira presença no primeiro jogo do Dortmund, na Liga dos Campeões e esteve em (grande) destaque.

Uma estreia com direito a tudo incluído. Titularidade, assistência, golo, título de homem do jogo e único português na “Fantasy Team of The Week”, lançada pela UEFA e escolhida por votação do público. Mais? Só mesmo em fantasias. E o jogador parece ter noção disso. “Para mim foi um sonho tornado realidade”, confessou o defesa esquerdo que jogou como médio frente ao Légia de Varsóvia.

Titular na equipa orientada por Thomas Tuchel, Guerreiro provou porque merecia estar nesta luta. Assinou o quarto golo do Dortmund, mas ainda antes disso já tinha sido peça-chave na assistência do segundo golo dos alemães, finalizado por Sokratis. No ínicio da segunda selou a goleada frente aos polacos que não mostraram, em momento algum, ter capacidade de resposta necessária para se superiorizar ao plantel de Tuchel.

QUATRO O número no marcador do Dortmund quando o português festejou, mas os alemães ainda iriam obrigar os polacos a irem buscar a bola por mais duas vezes ao fundo das redes.

Resultados apurados, altura para a UEFA desvendar o ‘onze da semana’.

Lá está Guerreiro. A única aparição portuguesa numa lista composta por Messi (Barcelona), Neymar (Barcelona) e Aguero (Manchester City) na frente de ataque e com um trio do Borussia Dortmund na defesa - Raphael Guerreiro, Papastathopoulos e Bartra (que, a par de Guerreiro, também brilhou com um golo frente ao Légia, o 3.º golo do Dortmund).

Importante relembrar que a equipa de Raphael Guerreiro está inserida no Grupo F da Liga dos Campeões, o mesmo pote onde está Sporting e Real_Madrid, e onde Raphael Guerreiro vai defrontar alguns dos companheiros de seleção. Entre eles, Cristiano Ronaldo e Pepe (Real Madrid), Rui Patrício, Adrien Silva e William Carvalho (Sporting).

A CAMINHADA Vindo do francês Lorient para a seleção portuguesa, com um agradecimento à lesão de Fábio Coentrão pelo meio, a aposta de Fernando Santos no jovem de 22 anos para defender as cores portuguesas no Campeonato da Europa fez o Dortmund arregalar os olhos e persegui-lo até... este Guerreiro fazer parte dos soldados alemães.

Não foi preciso entrar em campo para o Dortmund ter certezas sobre Raphael Guerreiro e finalizar a transferência do clube da I Liga Francesa para o vice-campeão da Bundesliga. Doze milhões desembolsados e Guerreiro rumava, com o título de campeão europeu, ao campeonato alemão.

Um adeus a uma equipa que sente, forçosamente, a falta deste especialista em livres e que viu o seu rendimento baixar drasticamente. Na 13.º posição da tabela na Liga Francesa no ano em que Raphael Guerreiro atuou pela última vez pelo clube, o Lorient iniciou o novo campeonato e, até ao momento, soma... zero pontos.

Quatro derrotas em quatro jogos e último lugar num campeonato liderado pelo_Mónaco de Leonardo Jardim, João Moutinho e Bernardo Silva e pelo Nice - ambos a somar 10 pontos.