Sociedade

Refugiados em Portugal vão duplicar até ao final do ano

O governo diz que o número de refugiados em Portugal vai duplicar até final do ano.

Atualmente estão no país 534, disse ontem o ministro-adjunto do primeiro-ministro, Eduardo Cabrita, que tutela as migrações, adiantando que  “nas próximas semanas” chegarão “números muito significativos” de refugiados.

Os migrantes serão recolocados em Portugal vindos de Itália e da Grécia.