Sociedade

Colombo vai ficar maior

A nova aposta da Sonae Sierra neste centro comercial, num investimento de 47 milhões de euros, deverá avançar já em 2017.

O shopping do Centro Comercial Colombo vai ser ampliado em mais 17 mil metros quadrados de área bruta já no próximo ano. Mas de acordo com Fernando Guedes de Oliveira, CEO da Sonae Sierra, as novidades não ficam por aqui, já que também será construída mais uma torre de escritórios, num investimento que deverá rondar os 47 milhões de euros.

“Queremos que a construção de uma destas fases tenha início em 2017”, revelou o CEO, acrescentando que, no caso da ampliação do espaço, está prevista a reorganização da área da restauração, assim como haverá um aumento da oferta na área do retalho.

Já no caso da construção de mais uma torre de escritórios, Fernando Guedes de Oliveira explica que a autarquia apenas viabilizou a construção de mais um edifício – a Sonae Sierra queria construir mais duas torres –, que deverá contar com uma superfície de 30 mil metros quadrados.

Novos centros comerciais O anúncio da ampliação do Centro Comercial Colombo surge depois de ter sido assumido durante o mês passado que a empresa planeia investir até dois mil milhões de euros em novos centros comercias já nos próximos cinco anos – uma aposta que será feita em vários sítios, nomeadamente Brasil, Marrocos e vários países da Europa.

No caso do Brasil, onde a empresa do universo Sonae já detém nove projetos, as novas apostas avançarão assim que “houver a certeza de que a recuperação é real” – um cenário que, para Fernando Guedes de Oliveira, não deverá estar longe, uma vez que já existem “sinais de que a crise está a passar”.

O plano de investimento passa ainda pela Colômbia, onde o primeiro centro comercial deverá estar concluído já em 2018 e serão construídos mais três nos próximos cinco anos.

Já no Velho Continente, Alemanha, Itália e Roménia são os três mercados que estão na linha da frente para apostar em novos investimentos.

Aposta na Alemanha Prova de que a Alemanha é um dos países onde a empresa mais pretende investir é o facto de a Sonae Sierra ter adquirido um dos maiores edifícios da Alemanha, que será demolido para dar lugar a um complexo imobiliário, num investimento que rondará os 400 milhões de euros.

Quem o garante é o CEO da empresa, sublinhando que se trata da “antiga sede da falida Quelle, em Nuremberga, que é um dos maiores edifícios da Alemanha, com uma área de 250 mil metros quadrados”. A construção do novo espaço deverá avançar também no próximo ano e o complexo deverá contar com retalho, escritórios e ainda com habitação.

Atualmente, a Sonae Sierra é proprietária ou coproprietária de 45 centros comerciais em Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, Grécia, Brasil e Roménia.