Internacional

É preciso desmantelar “definitivamente” o campo de Calais, diz Hollande

O campo de refugiados de Calais, conhecido como 'A Selva', tem entre sete e dez mil pessoas

O Presidente francês afirmou, esta segunda-feir,a que é preciso desmantelar “definitivamente” o campo de refugiados em Calais.

“A situação é inaceitável e todos sabem disso”, afirmou François Hollande, citado pelo jornal britânico Guardian. “Temos de desmantelar o campo completamente e definitivamente”.

De visita a Calais, o Presidente instou o Reino Unido a ajudar nesta situação. O número de pessoas que vivem atualmente no campo de refugiados, conhecido como ‘A Selva’, ronda os sete mil e os dez mil e a grande maioria tem como objetivo chegar ao Reino Unido.

“Não é porque o Reino Unido tomou a decisão soberana de sair [da União Europeia] que fica livre das suas obrigações em relação à França”, acrescentou ainda Hollande, numa referência ao Brexit e aos acordos bilaterais de Touquet, assinados pelos dois países em 2003 e que permite ao Reino Unido fazer um controlo fronteiriço em França.

França pretende realojar estes migrantes em pequenos grupos por todo o país. Uma situação que tem sido alvo de críticas por parte da extrema-direita francesa, que acusa Hollande de estar a lidar mal com uma questão que é problema dos ingleses.

Recorde-se que, no início do mês, foi confirmada a construção de um muro com cerca de um quilómetro em Calais, financiado por Londres, para impedir os migrantes de atravessarem o túnel do Canal da Mancha dentro de camiões para chegarem ao Reino Unido.