Cultura

Aquário chinês vendido em Lisboa por 640 mil de euros

Um aquário do reinado Quianlong (1736-1795), outrora pertencente ao Palácio de Monserrate, foi ontem vendido em leilão da Cabral Moncada por 640 mil euros, estabelecendo assim um recorde nacional para uma peça de porcelana.

Com dimensões de apenas 20 por 30 centímetros, apresenta decoração policroma, e foi à praça com uma base de licitação de €120.000-180.000. Para a disputar, os interessados tiveram de fazer um depósito prévio de 20 mil euros.

No mesmo leilão, outro lote com características idênticas atingiu um valor de 250 mil euros.

Originalmente, as peças pertenciam à coleção de Sir Francis Cook, um riquíssimo comerciante de têxteis e colecionador inglês, que em 1856 adquiriu a Quinta de Monserrate e mandou reconstruir o Palácio, que recheou com antiguidades e obras de arte requintadas, revelando um gosto acentuado pelo exotismo.

Este par de aquários fazia parte desse recheio do Palácio de Monserrate, que viria a ser leiloado em 1946, altura em que foi adquirido pelo avô do colecionador que agora o vendeu.