Sociedade

Porto Alto: perseguição termina com um morto, um GNR ferido e dois detidos

Os indivíduos são da mesma família e vivem na zona de Camarate


A GNR deteve o homem que se barricou esta manhã num café de Porto Alto, Samora Correia. O homem, juntamente com outros dois indivíduos, tinha estado envolvido numa fuga às autoridades, que resultou num tiroteio. Um dos fugitivos morreu e um militar da GNR ficou ferido.

A GNR iniciou uma perseguição por volta das 10h na ponte Vasco da Gama, em Lisboa, após três homens terem desrespeitado uma ordem de paragem.

O carro onde seguiam acabou por se despistar em Porto Alto e um dos homens saiu do carro e abriu fogo contra as autoridades.Seguiu-se uma troca de tiros que resultou na morte de um dos fugitivos, no local, e um dos militares ficou ferido no braço, após ter sido baleado.

Os outros dois indivíduos puseram-se em fuga – um deles foi detido de imediato pelas autoridades e outro barricou-se num café. Duas horas depois de ter sido montado um cerco ao local, a GNR conseguiu deter o homem. Não se ouviu qualquer disparo durante a detenção do suspeito.

Segundo a CMTV, os indivíduos têm 29, 24 e 21 anos e não se sabe ainda qual deles é a vítima mortal. O mesmo órgão de comunicação explica que os suspeitos são da mesma família e vivem na zona de Camarate. Ainda não foi avançada uma explicação para a fuga às autoridades.

Os comentários estão desactivados.