Internacional

Presidente filipino compara-se a Hitler

O Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, comparou-se ao nazi Adolfo Hitler, o homem que colocou em prática o Holocausto, e disse que queria exterminar três milhões de drogados que há no país.

«Hitler massacrou três milhões de judeus. Aqui há três milhões de viciados em drogas. Gostaria de massacrá-los a todos», declarou numa conferência de imprensa na sexta-feira, no aeroporto da cidade de Davao, onde foi presidente de câmara antes de chegar a chefe de Estado.

Apesar de ter reduzido três milhões aos judeus mandados matar por Hitler, o Presidente vai no bom caminho, tendo já morto 3500 pessoas na guerra contra a droga.