Politica

Marques Mendes aponta ao fim da geringonça

O ex-líder do PSD afirma que o Orçamento para 2017 divide a solução de governo

Numa conferência em Lisboa, Luís Marques Mendes afirmou esta manhã que o Orçamento do Estado para o próximo ano será "o princípio do fim da geringonça". A causa maior será o "desconforto" crescente entre os partido que constituem a solução de governo liderada por António Costa: o Bloco de Esquerda e o Partido Comunista.

O comentador criticou também que as mudanças constantes na governação, nomeadamente em política fiscal. "Nenhum investidor tem confiança num país assim", lançou.

Marques Mendes apontou, no entanto, a outra mudança que prevê como breve. Manuel Caldeira Cabral, atual ministro da Economia, "não vai durar muito tempo", acredita. Segundo o orador, Costa convidara alguém "mais político" para assumir a pasta muito em breve.