Sociedade

‘Bebé Milagre’ fica com o pai

Disputa parental entre o pai e os avós maternos de Lourenço dura desde julho

‘Bebé Milagre’ fica com o pai

Lourenço Salvador, o bebé que esteve 107 dias na barriga da mãe, que estava em morte cerebral, vai ficar com o pai.

A decisão foi tomada pelo Tribunal de Famílias de Menores de Vila Franca de Xira na passada segunda-feira, depois de os avós maternos e o pai do bebé, agora com quatro meses, terem chegado a acordo, lê-se no site do jornal O Mirante.

A disputa pela custódia de Lourenço durava desde o seu nascimento, em julho. Altura em que o tribunal decidiu deixar o bebé aos cuidados do pai. No entanto, os avós maternos não concordaram com a decisão e moveram um processo de relação parental para ficarem com a criança.

As partes chegaram agora a um acordo: os avós podem ver o bebé quando quiserem, mas apenas em casa do pai e mediante aviso prévio. Os avós podem também estar com Lourenço durante um fim de semana por mês, durante quatro horas, explica o mesmo jornal.

Os comentários estão desactivados.