Economia

OCDE. Desemprego continua instável

Já Portugal registou uma descida de uma décima para os 10,8%.

De acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OCDE), o desemprego permaneceu estável durante o mês de setembro: fixou-se, pelo quinto mês consecutivo, nos 6,3%, no conjunto de países que fazem parte da organização.

Ou seja, havia no mês em questão cerca de 39,5 milhões de desempregados. No caso de Portugal, pode dizer-se que chegou a descer uma décima para os 10,8%.

INE sublinha queda em Portugal

De acordo com os dados divulgados este mês pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego caiu para 10,5% no 3.º trimestre de 2016. Valor que desceu 0,3 pontos percentuais (p.p) relativamente ao trimestre anterior e 1,4 p.p comparativamente ao trimestre homólogo de 2015.

No fundo, os dados indicam que a população desempregada seja de 549,5 mil pessoas, menos 1,8% do que no trimestre anterior (menos 9,8 mil pessoas) e menos 11,2% (menos 69,3 mil) do que no período homólogo.

Note-se ainda que a taxa de desemprego nos homens (10,3%) foi inferior em 0,5 p.p à nas mulheres (10,8%).

A população empregada, por sua vez, estima-se que seja de 4 661,5 mil pessoas, o que representa uma subida trimestral de 1,3% (mais 59,0 mil) e de 1,9% (mais 86,2 mil) em comparação ao período homólogo.