Cultura

Isabel Almeida Garrett apresenta “O Vento Sopra Onde Quer”

A exposição de pintura está patente até 26 de novembro na Casa-Museu Medeiros e Almeida, em Lisboa.

A pintora Isabel Almeida Garrett tem patente na Casa-Museu Medeiros e Almeida a sua mais recente exposição, “O Vento Sopra Onde Quer”, onde mostra os seus quadros com as suas expressões de encadeamentos difusos, de sobreposição de imagens e figuras que se tornam uma permanente interrogação da artista.

Isabel Almeida Garrett nasceu em Lisboa em 1959 e entre 1986 e 1989 estudou design de moda e trabalhou na área até 1998. Foi nesse ano que ganhou uma bolsa para estudar pintura no AR.CO. Foi a partir dessa altura que se dedicou exclusivamente à pintura. “Numa época dominada pelas intervenções artísticas «expandidas» dentro da panóplia do universo cada vez mais avassalador da multimédia, as pinturas que Isabel Almeida Garrett nos apresenta, nos seus suportes e tecnologia mais ‘tradicionais’, podem parecer fora do tempo, mas o que elas são, sem sombra de dúvida é, simultaneamente e de modo paradoxal, algo de todos os tempos e profundamente do seu tempo”, escreve sobre a exposição Fernando António Baptista Pereira, professor de História da Arte e Museologia na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. “[As obras de Isabel Almeida Garrett] São sempre inexoravelmente Pintura: manchas, pinceladas, definição maior ou menor de contornos, desenho solto a pincel, velaturas e sobreposições, cores poderosas, luz e sombras…”

A artista participou, em 2011, na Exposição Coletiva de Galeria Quadrado Azul, em Lisboa. Em 2013, fez uma exposição na Fundação Champalimaud em Lisboa e em 2014 expôs no Porto no Palacete Visconde de Balsemão. No ano passado esteve representada na ArtGeneve, na SSArt.