Sociedade

Candidato a bastonário entrega ‘Habeas Corpus’ para libertar comandos detidos

Varela de Matos diz que a detenção dos Comandos é ilegal.

Varela de Matos, candidato a bastonário da Ordem dos Advogados, entregou hoje no Supremo Tribunal de Justiça (STJ) um pedido de ‘Habeas Corpus’ para a libertação dos sete militares dos Comandos ontem detidos pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

Segundo o advogado, a “detenção é ilegal”. O candidato pediu ainda que os militares detidos “não sejam ouvidos pelo juiz de instrução, antes de ser apreciada a legalidade da sua detenção”. O primeiro interrogatório judicial está marcado para hoje à tarde no Campus de Justiça de Lisboa.

Os suspeitos foram detidos no âmbito do inquérito que investiga a morte de dois jovens – Hugo Abreu e Dylan Silva – durante o 127.º curso de Comandos.  Os militares são suspeitos da prática de crimes de abuso de autoridade por ofensa à integridade física.