Internacional

Padres já podem absolver mulheres que abortem

O Papa Francisco assinou uma nova carta apostólica em que dá aos padres a possibilidade de perdoar os pecados mais graves.

Os padres podem a partir desta semana absolver pecados como o aborto, desde que a mulher se arrependa.

Nesta carta apostólica, o Papa diz que “o aborto é um pecado grave, porque põe fim a uma vida inocente”, mas “não existe algum pecado que a misericórdia de Deus não possa alcançar e destruir”.

Até agora, só os bispos tinham o poder de perdoar este tipo de pecados.