Desporto

NBA. Obama leva Michael Jordan às lágrimas (com vídeo)

Eterno camisola 23 recebeu Medalha da Liberdade das mãos do presidente cessante


A Casa Branca foi palco, esta terça-feira, de uma cerimónia de condecoração a figuras incontornáveis de todas as áreas do quotidiano americano, levada a cabo por Barack Obama, o (ainda) presidente dos Estados Unidos. Numa das últimas ações no cargo, Obama entregou a Michael Jordan e a Kareem Abdul-Jabbar, lendas da NBA, a Medalha da Liberdade.

Jordan, considerado de forma unânime o melhor jogador de basquetebol de todos os tempos, foi altamente elogiado pelo presidente norte-americano, que se referiu ao eterno 23 dos Chicago Bulls como "muito mais do que o melhor jogador de sempre, muito mais do que um símbolo". Segundo Barack Obama, Jordan é "a razão pela qual chamamos a alguém o Michael Jordan de alguma coisa, quando queremos reconhecer-lhe valor, porque o próprio é sinónimo de grandeza".

Perante o discurso de Obama, Michael Jordan não conseguiu conter a emoção e chorou, o que levou Obama a brincar com um famoso meme em que o jogador de basquete surge em lágrimas: "Michael Jordan é muito mais do que um meme da internet", atirou, para gargalhada dos presentes.

Na cerimónia foram ainda condecorados os atores Robert De Niro, Robert Redford e Tom Hanks, a apresentadora Ellen DeGeneres, os músicos Bruce Springsteen e Diana Ross, o arquiteto Frank Gehry, entre outras figuras.

 

"He's more than just an internet meme," Obama said today at the White House— right before the Crying Jordan meme came to life pic.twitter.com/c5nlwsn9dz

— BuzzFeed News (@BuzzFeedNews) 22 de novembro de 2016
Os comentários estão desactivados.