Internacional

Temer disponibiliza força aérea e decreta três dias de luto

Presidente do Brasil solidário com familiares de jogadores, jornalistas e tripulação

Michel Temer já reagiu à queda do avião que transportava a equipa de futebol da Chapecoense, em Cerro Gordo, perto da cidade colombiana de Medellín, na madrugada de terça-feira (segunda-feira à noite na Colômbia). 

Num comunicado partilhado no site oficial da presidência brasileira e através de diversas mensagens publicadas no Twitter, o chefe de Estado do Brasil lamentou o acidente e garantiu que vão ser disponibilizados todos os meios de auxílio e assistência, às famílias das vítimas e aos sobreviventes.

“Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras, expresso minha solidariedade. Estamos colocando todos os meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível. A aeronáutica e o Itamaraty [ministério das Relações Exteriores] já foram acionados. O governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do desporto e do jornalismo nacional”, pode ler-se no comunicado.

No Twitter o presidente do Brasil anunciou ainda que foram decretados três dias de luto nacional “pela tragédia na Colômbia” e esclareceu que entre os meios acionados está a força aérea brasileira.