Economia

RBS falha testes de stress

O Royal Bank of Scotland chumbou nos testes de stress do Banco de Inglaterra, enquanto o Barclays e o Standard Chatered também falharam algumas das metas. Todos vão tomar medidas para aumentar o seu capital. 

Os testes de stress, desenhados para perceber se o setor bancário consegue aguentar uma nova recessão, revelaram ainda que quatro - HSBC, Lloyds Banking Group, Nationwide Building Society eSantander UK – não tinham inadequações de capital nos seus balanços no final de 2015.

“Os testes de stress aos bancos em 2016 tiveram a pespetiva de uma recessão no Reino Unido, sincronizada a nível global, com choques no mercado de capitais associados. Incorporaram ainda stresses associados a custos por má-gestão”, revela o relatório do Comité de Política Financeira do Banco de Inglaterra. 

O governo inglês ainda é dono de 73% do RBS, que foi resgatado no auge da crise financeira global.

O “RBS aceitou um plano de capitalização para melhorar a resistência à luz dos enormes desafios e incertezas que tanto o banco como a economia enfrentam”, avança um comunicado do banco.  

O Banco de Inglaterra revela tendo em, conta os testes e o plano aceite pelo RBS o “sistema bancário do Reino Unido está capitalizado para apoiar a economia” num cenário de recessão.