Politica

PCP “com reservas” à nomeação de Paulo Macedo

O dirigente comunista Jorge Pires afirmou esta tarde que o PCP tem “reservas” ao nome de Paulo Macedo para liderar a Caixa Geral de Depósitos.  

“O dr.. Paulo Macedo oferece-nos muitas reservas para vir ocupar este cargo”, disse Jorge Pires, justificando a posição  com o percurso de Macedo como ministro da Saúde do governo PSD-CDS. Para o PCP, Macedo “foi o culpado por parte do Serviço Nacional de Saúde ter sido privatizado”.

“Temos vindo a defender ao longo dos últimos meses que os critérios que deveriam obedecer para a escolha do presidente da Caixa Geral de Depósitos eram dois fundamentais: ser uma pessoa competente e, por outro lado, ser uma pessoa que se identifique com o serviço público, que esteja disponível para se colocar ao serviço do país e assim poder resolver o problema da CGD.”

O PCP  foi antecipadamente informado pelo governo da escolha de  Paulo Macedo para presidente da CGD e comunicou a sua opinião ao Executivo. “A responsabilidade é do governo”, disse Jorge Pires.