Desporto

FIFA. TAS rejeita recurso de Joseph Blatter

Mantém-se suspensão de seis anos do ex-presidente do organismo que tutela o futebol mundial

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) rejeitou o recurso ao ex-presidente da FIFA, Joseph Blatter, suspenso por seis anos de toda a atividade ligada ao futebol desde dezembro de 2015, na sequência de um pagamento de 1,8 milhões de euros a Michel Platini, ex-presidente da UEFA, também suspenso. O TAS mantém ainda a multa de mais de 46 mil euros.

Na decisão, comunicada esta segunda-feira, o TAS lembra que Blatter pediu que fosse revogada a suspensão, mas não solicitou a redução do castigo. Seja como for, o painel de júris "considera que a sanção imposta não foi desproporcionada", pelo que a mesma se mantém.

O ex-presidente da FIFA foi suspenso em dezembro pelos órgãos internos do organismo por oito anos; o mesmo tempo para Platini. Posteriormente, em fevereiro, as penas de ambos foram reduzidas para seis anos, e a de Platini depois para quatro, por decisão do TAS.