Internacional

Trump quer cancelar encomenda dos novos Air Force One

Donald Trump quer poupar nos aviões presidenciais que diz custarem quatro mil milhões de dólares. “Cancelar encomenda!”, escreveu.


O Presidente eleito dos EUA está envolvido em nova polémica. Desta vez estão em causa os Air Force One, os aviões presidenciais.

Trump escreveu no Twitter que o programa de renovação da frota custa mais de quatro mil milhões de dólares e que os custos “estão fora de controlo”. “Cancelar encomenda!”, acrescentou.

Aos jornalistas, Trump sublinhou esta ideia: “Penso que é ridículo e que a Boeing está a fazer um número. Queremos que a Boeing ganhe muito dinheiro, mas não tanto”.

A Boeing, responsável pelo fabrico dos Air Force One, já reagiu e nega os valores que Trump apresentou. A empresa diz que o orçamento de produção dos novos aviões é de 1,5 mil milhões de dólares.

Também segundo o New ork Times, que cita informações oficiais, a Força Aérea norte-americana estava a prever gastar 2,7 mil milhões nos próximos cinco anos no programa do Air Force One.

A própria Casa Branca já desmentiu os valores apresentados por Trump. “Alguns dos números que têm sido citados não refletem a natureza do acordo financeiro entre a Boeing e o Departamento de Defesa”, disse Josh Earnest, assessor de imprensa da Casa Branca.