Economia

Bancos multados por manipulação da Euribor

A Comissão Europeia (CE) multou o Crédit Agricole, HSBC e o JPMorgan Chase em 485 milhões de euros por manipulação da taxa Euribor.

O JP Morgan foi o que teve a multa mais elevada – mais de 337 milhões de euros – seguido do Crédit Agricole, multado em quase 115 milhões de euros e do HSBC, cuja coima a pagar é de 33, 6 milhões de euros.

De acordo com Bruxelas os três bancos, incluídos num conjunto de sete, terão atuado em conluio para manipular elementos definidores do custo de derivados sobre a taxa de juro do euro, e trocado informação relevante, no que constitui uma violação das regras europeias de concorrência.

O JP Morgan foi o que teve a multa mais elevada – mais de 337 milhões de euros – seguido do Crédit Agricole, multado em quase 115 milhões de euros e do HSBC, cuja coima a pagar é de 33, 6 milhões de euros.

Estas três instituições escolheram não chegar a acordo com a CE, enquanto o Deutsche Bank, RBS e Société Générale deram-se como culpados em dezembro de 2013 e o Barclays evitou a multa por ter denunciado o cartel.

"Um setor financeiro saudável e competitivo é essencial para o investimento e o crescimento. Os bancos têm de respeitar as regras de concorrência da União Europeia como qualquer outra empresa a actuar no mercado único", comentou a comissária europeia da concorrência, Margrethe Vestager.

 A Euribor reflete o custo dos empréstimos interbancários e serve de referência para os restantes contratos financeiros.