Economia

Limite máximo dos juros nos 17%

O Banco de Portugal (BdP) reduziu para 17% o limite máximo da taxa de juro a aplicar na concessão de crédito.

O BdP divulgou as “taxas máximas mas para os diferentes tipos de crédito aos consumidores” para o primeiro trimestre do próximo ano, destacando-se o limite de 17% nos cartões de crédito, linhas de crédito, contas correntes bancárias e facilidades de descoberto, normalmente os tipos de financiamento mais caros do sistema financeiro. Neste trimestre o limite para este tipo de crédito era de 17,3% e nos três meses anteriores era de 17,6%.

O BdP divulga ainda que quem contrair um crédito pessoal com finalidade de educação, saúde, energias renováveis ou locação financeira de equipamentos pagará uma Taxa Anual de Encargos Efetivos Globais (TAEG) de 5,5%, menos 0,1% que no trimestre anterior. Já o crédito pessoal com outras finalidades terá um juro máximo de 14,3%, mais 0,1% que nos três meses precedentes.

Em relação ao crédito automóvel as taxas de juro variam entre os 5,9% e os 12,9%, dependendo da modalidade, enquanto para as ultrapassagens de crédito o teto é também os 17%.