Internacional

Guterres cuidadoso com Trump

Na conferência de imprensa a seguir ao discurso da tomada de posse, António Guterres respondeu com pinças às questões colocadas sobre qual será a sua futura relação com o presidente norte-americano Donald Trump.


 Guterres afirmou que “falar é a única forma de estabelecer confiança entre instituições. Só assim se consegue trabalhar”.

O novo secretário-geral das Nações Unidas vincou a questão do valor da conversa entre dirigentes: “Quando as pessoas falam as percepções são diferentes”. Guterres registou que “os Estados Unidos mostraram vontade de cooperação neste desafio”

Na segunda pergunta sobre o mesmo tema – “como antecipa a relação das Nações Unidas com os Estados Unidos” – o ex-primeiro-ministro português afirmou que em relação aos Estado, vê a “necessidade evidente de estabelecer uma plataforma de cooperação baseada na vontade de reformar as Nações Unidas, de fazer uma organização mais eficiente, com maior capacidade de resposta e que seja um valor acrescentado para todos, principalmente para as principais potências, incluindo a que nos acolhe aqui em Nova Iorque”.