Internacional

Berlim. Governo português lamenta atentados

O ministro dos Negócios Estrangeiros defendeu a necessidade de “uma resposta global para combater o terrorismo”.

O Governo português já reagiu aos incidentes de Berlim, assim como os ataques da Turquia e da Suíça.

“Quero lamentar, em nome do Governo, o atentado de que foi vítima o embaixador russo, lamentar também o tiroteio que ocorreu em Zurique, num centro islâmico, e condenar também o que tem todo o ar de ser mais um bárbaro, cruel e sanguinário atentado terrorista em Berlim”, disse Augusto Santos Silva à agência Lusa.

“Hoje é mais um dia em que devemos ter a certeza de que devemos encontrar uma resposta global para combater o terrorismo e as causas profundas que levam ao terrorismo”, acrescentou.