Economia

DBRS define calendário de 2017

A DBRS agendou para 21 de abril e 20 de outubro as avaliações a Portugal do próximo ano. A primeira data é antes do envio do PE para Bruxelas e a segunda depois da apresentação do OE 2018.

A agência de notação financeira canadiana vai revelar o “rating” da República, uma análise que vai decidir se obrigações portuguesas continuam qualificadas para o programa de compra de dívida do Banco Central Europeu (BCE).

A DBRS é a única entre as principais agências mundiais que mantém a dívida pública portuguesa acima do nível que permite que os títulos do país façam parte do programa de aquisição do BCE.

Na sua última avaliação, a 21 de outubro, a agência canadiana o "rating" de Portugal em BBB (baixo) e a perspectiva estável para a notação. Na altura a DBRS apontou a melhoria do setor financeiro e a execução orçamental para justificar a manutenção da notação, mas alertou para o otimismo das previsões de crescimento e para a dificuldade de controlo da despesa.

O Programa de Estabilidade (PE) orienta o quadro económico e financeiro para o período entre 2017 e 2021, tem de ser enviado para a Comissão Europeia até final de abril do próximo ano e serve de referência para o Orçamento do Estado (OE) seguinte, neste caso para 2018.