Politica

Marcelo e Costa celebram Natal em harmonia no Palácio de Belém

Dupla entre a presidência e o executivo continua a sorrir e trocou votos de boas festas em Belém

Os membros do governo do Partido Socialista dirigiram-se ao Palácio de Belém para trocarem votos de Natal com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

António Costa, que lidera o executivo, abriu a cerimónia, lembrando que esta acontece “a cerca de um mês depois de o governo ter celebrado o primeiro aniversário e a cerca de um mês de vossa excelência [Marcelo Rebelo de Sousa] celebrar o aniversário da primeira eleição como Presidente da República”.

O líder do PS afirmou: “Este foi um ano de mudança no país que permitiu encontrar um novo horizonte de esperança, estabilidade e confiança que tem traduzido uma recuperação da confiança económica, do investimento, do crescimento, do emprego e em que vamos ter o melhor exercício orçamental dos últimos quarenta anos”.

Para Costa, o governo terá sempre em conta a “palavra prudente e avisada” do chefe de Estado, assim como Marcelo Rebelo de Sousa preservará “um bom relacionamento institucional” com a equipa dos socialistas.

“Tenho a certeza de que o próximo ano, os próximos anos, do seu mandato será sempre marcado por um bom relacionamento institucional com o governo”, apontou o primeiro-ministro, na sala dos embaixadores, em Belém, perante os dezassete ministros e três dos secretários de Estado. Costa prometeu ainda “uma atuação leal” à presidência.

Marcelo descartou que a sua cooperação com o governo fosse “tática” ou “estratégica”, descrevendo-a como uma “cooperação constitucional”.

“A Constituição é muito clara, e para juristas é claríssima, e para um professor de direito constitucional mais clara é ainda”, defendeu o Presidente, “zeloso no cumprimento da Constituição, como nas relações com outros órgãos de soberania”.