Internacional

Odebrecht sob investigação também no Equador

Em causa estão subornos a funcionários do governo

O Ministério Público (MP) do Equador realizou hoje operações de busca e apreensão em dois escritórios da Odebrecht em Guaiaqui, no Equador, noticiou a revista brasileira Veja. Segundo a publicação, foram apreendidos documentos que estarão relacionados com informações sobre subornos a funcionários do governo. Estes chegariam aos 33,5 milhões de dólares.

Foram também apreendidas 23 pastas com papéis, três livros e 23 cadernos, além de dois CD e quatro computadores portáteis, revelou o MP. As autoridades confiscaram também uma CPU (unidade central de processamento) e dois discos externos.

 A Odebrecht é uma das empresas que no Brasil é investigada por favorecimento na adjudicação de empreitadas públicas. Em Portugal foi também alvo de investigações no âmbito da Operação Marquês.