Sociedade

Professores universitários dão aulas de graça

Há docentes e investigadores a trabalhar sem receber nas universidades portuguesas, avança o Jornal de Notícias.

Segundo o jornal, a Universidade do Porto contratou este ano 40 docentes não remunerados e a Universidade Nova de Lisboa tem professores a dar aulas de borla.

A tutela confirma que existem 176 casos semelhantes nas universidades públicas. Ainda assim, o sindicato diz que são muitos mais.

Ao JN, o Sindicato Nacional do Ensino Superior (SNESUP) garante que este tipo de contratações é ilegal e acrescenta que a autonomia universitária está a tornar-se “uma espécie de Estado dentro do Estado, onde tudo é possível”.