Desporto

Hóquei em patins. Contagem eletrónica dos tempos de ataque avança

Inovação planeada já para a próxima temporada

A Federação Portuguesa de Patinagem (FPP) pretende introduzir inovações a partir da próxima época, com a principal a ser a instalação de marcadores de tempo eletrónicos.

A revelação partiu do vice-presidente e responsável pelo setor do hóquei em patins no seio da federação, Paulo Rodrigues. "Depois do sucesso que têm sido as fichas de jogo eletrónicas dos jogos da I Divisão masculina, que são colocadas online e em tempo real no site da FPP, pretendemos avançar para a instalação de marcadores eletrónicos, inicialmente nos pavilhões onde atuam as equipas da I Divisão", salientou o dirigente.

No hóquei em patins as equipas têm 45 segundos para rematar à baliza, mas até agora são os árbitros a contabilizar o tempo. "Esta medida vai ajudar a arbitragem, os jogadores e o público presente nos pavilhões, que assim poderão olhar para um placard e ver quantos segundos faltam para uma equipa rematar à baliza adversária. A contagem manual, atualmente feita pelos árbitros, é mais falível e responsabiliza em demasia os juízes dentro do rinque", indicou Paulo Rodrigues.