Desporto

Espanha. Nani e Cancelo voltam a ficar sem treinador

Cesare Prandelli apresentou a demissão no Valência

Cesare Prandelli demitiu-se do comando técnico do Valência, deixando Nani e João Cancelo novamente sem treinador.

O técnico italiano chegou ao Mestalla no início de outubro, substituindo Pako Ayestarán (e já depois do interino Voro ter orientado a equipa em três jogos), e daí para cá fez 10 jogos, vencendo apenas três, dois deles para a Taça do Rei, na eliminatória com o Leganés. Para a Liga, Prandelli venceu na estreia o Gijón e nunca mais conheceu o sabor da vitória: quatro derrotas (Barcelona, Celta de Vigo, Sevilha e Real Sociedad) e três empates (Corunha, Granada e Málaga).

Para já, será novamente Voro a pegar na equipa, que amarga na 17ª posição do campeonato, com 12 pontos - os mesmos que o Gijón, a primeira equipa abaixo da zona de despromoção. O ano passado, refira-se, o Valência também teve três treinadores - quatro, contando com o interino Voro: Nuno Espírito Santo, Gary Neville e Pako Ayestarán.

O próximo encontro dos che será com o Celta de Vigo, a 3 de janeiro, para a Taça do Rei.